sábado, 22 de junho de 2013

Música - Sociedade Sustentável



Sociedade sustentável
Seja o passarinho que tentou apagar o incêndio na mata ele ia ao rio e voltava.
Ia ao rio voltava com um pouco de água no bico os outros bichos riam da sua cara.
Você acha que sozinho irá apagar o incêndio, eu não acho mais estou fazendo minha parte.
Se quiser mudar o mundo comece por si mesmo

Nasci ouvindo que Amazônia é pulmão do mundo despautério absurdo.
Menina dos olhos dos inescrupulosos.
Cobiças viscerais laboratórios mult nacionais.
Interesse farmacológico patenteando que é nosso. Basta na extração ilegal de madeira que põem abaixo a Amazônia brasileira.
Árvores nobres viram carvão viram móveis. Alimenta siderurgia e o churrasco do dia-dia.
Trabalho escravo exploração infantil.
Em todo Brasil na construção civil.
Quem herdará o espólio Amazônia vira cinzas dando lugar à pecuária agronegócio.
Tudo em nome do progresso, mas que regresso.
Ação predatória progressiva.
Dos grileiros, fazendeiros, madeireiros, garimpeiros, mineradoras atuação agressiva.
Traficantes de animais bio pirataria.
Eles agem com a certeza que não serão punidos.
À impunidade gera isso nosso governo é omisso.
Á humanidade devasta o meio ambiente se destrói mutuamente
Consumismo exacerbado compulsivo exagerado
É faça tua parte contribua.
Crescimento sim, não á qualquer preço.
Crescimento sustentável é viável o manejo.
Reciclagem é renda para muita gente inconsciente consciente.
Estão fazendo bem ao meio ambiente, tecnologia há vamos reciclar.
Reciclando ganhamos todos á sociedade as empresas em associar.
Suas marcas num engajamento socioambiental.
Todos contra o aquecimento global.
Mais fácil frear destruição da natureza que habitar outro planeta.
Devemos provar deste gosto amargo. A mudança climática não é acaso.
Há esperança demorou á tal mudança.
Amazônia vale preservada que desmatada parece sonho.
Por quê não exploram Amazônia em ecoturismo e créditos de carbono.
O que temos em comum é o ecossistema, faça sua parte não esmoreça.
Coisas simples fazem á diferença, não jogue o óleo no ralo.
Pode virar bio diesel deixe na garagem seu carro.
Fazer coletas seletivas, uso racional, da água e luz elétrica.

Faça você mesmo é a meta.

Por Fernando Santin, 2º E.M.