domingo, 16 de junho de 2013

Destinação do lixo em Palmas


A cidade começou a dar ênfase na reciclagem a partir de 2005. Atualmente, segundo pesquisas do Paraná Online, de 20 toneladas de material que são produzidas diariamente, só 8 toneladas vão para o aterro sanitário, e o restante é reciclado. Além disso, existe uma cooperativa formada por carrinheiros que percorrem a cidade em busca do material que parte da população já deixa separado.
Um outro material de suma importância é o óleo produzidos pelas oficinas, onde todo mês uma empresa foi encarregada de ir até essas oficinas e recolher para fazer a destinação adequada.
Apesar de apresentar um índice considerável de reciclagem, o problema continua sendo o lixo orgânico, para os quais não existem muitas empresas que fazem o serviço. Embora isso, Palmas vem estudando a hipótese de implantar um meio de tratamento direcionando ao lixo orgânico.
Falta de incentivo à reciclagem, na nossa cidade, não falta. Os moradores são estimulados a participar, através das campanhas na rádio, da distribuição de materiais educativos e projetos desenvolvidos nas escolas sobre a conscientização do reaproveitamento de certos objetos dispensados.

Texto escrito pela aluna Ana Júlia Bressanelli, da 2ª série do Ensino Médio sobre a destinação do lixo na cidade de Palmas- PR.


Site de referência: Paraná online